edifício


O Convento de S. Domingos, peça central do património edificado da cidade de Abrantes, procurava uma vocação e um destino. A colecção de arqueologia e arte Fundação Ernesto Lourenço Estrada, Filhos (a que se juntaram as colecções da pintora Maria Lucília Moita e do escultor Charters de Almeida, entretanto doadas ao Município) bem como a colecção da Câmara Municipal, procuravam um local para serem oferecidas à cidade, às pessoas, à comunidade.Ler mais.


colecções



O acervo do Museu Ibérico de Arqueologia e Arte de Abrantes é constituído por colecções de Arqueologia e Arte que vão desde os tempos pré-históricos até à época contemporânea, de proveniência local, nacional e internacional. Ler mais.

exposições

Romanização de Abrantes - IX Antevisão do MIAA
O Museu D. Lopo de Almeida possui entre o seu acervo uma vasta coleção de peças arqueológicas oriundas do concelho de Abrantes, que testemunham do interessante e intenso processo de romanização do território abrantino. Vestígios recolhidos desde meados do séc. XX até à atualidade em trabalhos arqueológicos resultantes da recolha superficial até à escavação dos sítios. Ler mais.


Sem eventos agendados.